Tonight in the Weekly Cycle



Quick Start:

Sunday, August 30, 2009

Semana 17: Estar Atento e Confiante na Orientação Divina


Semana 17: Estar Atento e Confiante na Orientação Divina

Na semana décima sétima, ainda no mês de Tevet, o pássaro abelharuco ensina no Perek Shirá que com assobios D’us chamará (como um pastor a seu rebanho) para nos reunir, porque Ele haverá nos redimido; e nos multiplicaremos como no passado (Zehariá 10:8).
Nesta semana destaque-se o yahrzeit do Alter Rebbe de Lubavitch, no dia 24 de Tevet. O Alter Rebbe faleceu devido a dificuldades que encontrou quando fugia de Napoleão. Durante sua fuga, à noite, o Alter Rebbe ia em uma carruagem atrás, enquanto seu neto, Rav Nachum, estava na carruagem da frente. Sempre que se aproximavam de uma encruzilhada, Rav Nachum perguntava ao Alter Rebbe qual caminho tomar. Num dos cruzamentos, Rav Nachum não entendeu a direção dada e errou o caminho. Mais tarde, quando perceberam o erro, "o Alter Rebbe suspirou profundamente e disse: 'Como é bom quando um neto segue o caminho de seu avô – e o oposto é verdade quando um avô tem que seguir o caminho em que seu neto o leva.’ ... O erro na encruzilhada causou vários desvios problemáticos, e logo depois o Alter Rebe faleceu".[1]
O assobio da canção do pássaro abelharuco é uma metáfora para os vários métodos utilizados por D’us, de modo a promover o retorno ao judaísmo de uma pessoa que ainda não encontrou seu caminho. Como será explicado na semana 26, D’us é nosso Pastor e somos Seu rebanho. Além disso, o Livro Zohar ensina que Moshe era chamado de Raya Mehemna, pastor fiel ou da fé, sendo que cada geração tem seu Moshe. É importante que sigamos os conselhos do “Moshe” de cada geração (como foi o Alter Rebbe), a fim de não perder o caminho na escuridão do exílio, como infelizmente ocorreu na história acima relatada.
O Pirkê Avot desta semana está nas palavras do Rabi Chaniná ben Chachinai, que diz: “Quem fica acordado à noite ou fica andando [só] pelo caminho, e volta seu coração à ociosidade, coloca em perigo a sua vida (Cap. III:4). Rabi Chaniná está se referindo à noite do exílio. No exílio, não podemos estar isolados e envolvidos apenas com obras vãs em nossos corações. Temos que pertencer a uma comunidade e ser atentos ao assobio de D’us, de modo a não perder o rumo e comprometer nosso destino.
A combinação das sefirot da décima sétima semana resulta em tiferet shebetiferet. Para sobreviver aos dias frios de noites longas, temos que temperar a escuridão com a luz e inspiração de Hanuká e do yahrzeit do Alter Rebbe. Desta forma, ficamos extrememante conectados com a beleza e equilíbrio da Torá, confiando na suprema misericórdia de D’us.
O abelharuco ensina que D’us está conosco nos guiando durante as adversidades e que Ele nos levantará. É importante estarmos sempre atentos e confiantes.



[1] Likutei Diburim, Volume I, Cap. 2, p. 34-35

No comments:

Post a Comment

DOWNLOAD A FREE COPY OF PEREK SHIRAH HERE!

Blog Archive

Contributors