Tonight in the Weekly Cycle



Quick Start:

Sunday, February 15, 2009

Semana 45: Dar a Volta Por Cima Através do Amor e da Humildade


Semana 45: Dar a Volta Por Cima Através do Amor e da Humildade

Na  quadragésima quinta semana, quando ocorre Tu B’Av no Perek Shirá , as criaturas rastejantes exultam Israel no louvor a Seu Criador para que se alegrem com Seu Rei todos os filhos de Tsión e que saibam louvar Seu Nome com alegria e dança; e declaram que perpétua é a glória do Eterno! Possa Ele sempre Se alegrar com o que criou (Salmo 149:2 e 104:31).
Tu B’Av é conhecido como o dia mais romântico do calendário judaico. Este foi o dia em que as Tribos de Israel voltaram a casar entre si, o que até então estava proíbido. Para comemorar esta data, neste dia, as moças do Povo Judeu faziam uma roda e se apresentavam a homens solteiros em busca de casamento. O Talmud explica que cada mulher falava de coisas diferentes que poderiam impressionar o possível futuro marido. Isto está relacionado com o tikun da audição ligado ao mês de Av, já que cabia ao homem escutar positivamente.
O cântico das criaturas rastejantes enfatiza a alegria, e de acordo com o Talmud, Tu B’Av, juntamente com Yom Kippur, representam os dias mais felizes do ano. Interessante notar também que esta canção fala da alegria de Tsión (Jerusalém), logo após a semana de Tishá B’Av, na qual Jerusalém foi destruída. É importante entender que, de certa forma, a alegria de Tu B’Av vem através da tristeza que tivemos em Tishá B’Av.
As criaturas rastejantes são tão numerosas que sua multiplicação serve de exemplo para o Povo de Israel nesta data. A palavra hebraica usada na Torá para descrever o auge de nossa reprodução e multiplicação quando estávamos no Egito era yshretzu, da palavra sheretz, criatura rastejante.[1]
Rabi Yanái no Pirkê Avot afirmou que não nos é dado compreender a serenidade do malvado nem as tribulações do justo (Cap. IV:15). As palavras do Rabi Yanái falam de felicidade (ligada a semana de Tu B’Av), e também de sofrimento (ligado a semana anterior, de Tishá B’Av). Como as criaturas rastejantes, somos muito pequenos em relação a D’us e não temos como compreender Seus desígnios. Temos apenas que ter fé completa pois tudo que Ele faz é para o bem.
Nesta semana a combinação das sefirot resulta em tiferet shebemalchut, sendo que na festa de Tu B’Av impera o equilíbrio e beleza conectados a este mundo material, como acontece no casamento. Tiferet também significa compaixão, sendo esta semana bastante ligada à piedade.
A lição de auto-aprimoramento que extraímos das criaturas rastejantes é a de que apesar da condição de humildade desses seres -e exatamente por causa desta-, eles conseguem se multiplicar, enaltecer e louvar verdadeiramente o nome de D’us.


[1] Êxodo 1:7

No comments:

Post a Comment

DOWNLOAD A FREE COPY OF PEREK SHIRAH HERE!

Blog Archive

Contributors