Tonight in the Weekly Cycle



Quick Start:

Friday, January 2, 2009

Apêndice

Apêndice

O Perek Shirá está conectado com a duração do dia, do despertar ao adormecer. Se dividirmos um dia típico de inverno em Israel em cinquenta e duas partes, cada um dos animais listados no Perek Shirá canta por aproximadamente vinte  minutos. Assim, o dia começa com o canto do galo ao amanhecer, o burro “canta” ao pôr do sol, e os cachorros à meia noite.          
O galo é claramente ligado ao tempo em vários lugares da Torá. É ele quem anuncia o sol nascente, como dizemos todos os dias nas bençãos da manhã: "Bendito Seja Você D’us... que dá ao galo o entendimento para discernir entre o dia e a noite".   

Outrossim, cada tipo de animal está ligado aos horários para as diferentes rezas do dia. As aves cantam do amanhecer (primeiro para a reza da manhã) até o meio dia (último horário). Os insetos e os animais marinhos “cantam” da Minchá Gedolá (primeiro horário para a reza da tarde) até antes da Minchá Ketaná (segundo horário para reza da tarde). Os animais da fazenda cantam de Minchá Ketaná até o anoitecer (último horário para reza da tarde). Os animais selvagens, caseiros e os animais restantes cantam do anoitecer (primeiro horário para reza da noite) até meia noite (último horário, veja a Tabela I  para mais detalhes sobre os horários ligados a cada tipo de animal).

            Também é incrível pensar como o dia reflete o ano. Acordamos com o canto do galo, como o shofar em Rosh HaShaná, reconhecendo D’us como Rei, logo na primeria reza do dia, Modeh Ani. Nas rezas matutinas, reconhecemos todas as bençãos materiais e espirituais que D’us dá, desde o próprio canto do galo, até roupas e oportunidades de cumprir mitsvot.

            A seguir, vem a reza da manhã, que normalmente se faz ainda de jejum, como em Yom Kippur. Alguns têm o costume de comer um pouco antes da reza para concentrar-se melhor, assim como é uma mitsvá comer bem nas vésperas de Yom Kippur. Como neste dia sagrado, na reza da manhã nos concentramos puramente no nosso lado espiritual. Depois, vem o estudo da Torá e tomamos café-da-manhã cheios de alegria, como em Sucot. Logo, começamos o dia trazendo a alegria de estarmos conectados com a Torá, disponível a todos, como em Shemini Atseret e Simchat Torá.

            Depois de completo o trabalho espiritual matinal, começamos o trabalho físico de elevar o mundo, como no mês de Cheshvan. Ao cuidar dos afazeres mundanos, tendemos a esquecer da santidade com qual começamos o dia. Nestas horas é preciso ter guevurá, como em Hanuká. Os paralelos entre o ano e o dia continuam até o anoitecer. Antes de dormir, fazemos uma avaliação espiritual do dia, nos preparando para o dia seguinte, tal qual no mês de Elul.

No comments:

Post a Comment

DOWNLOAD A FREE COPY OF PEREK SHIRAH HERE!

Blog Archive

Contributors